Aqui, um pouquinho das palavras dos outros por onde passeio e me encanto. Muitos dos livros mais importantes da minha vida não estarão aqui presentes, porque esse é um projeto de novos. O que será encontrado neste lugar? Hojes. Toda sugestão é bem-vinda: É preciso um constante repasse das coisas belas.


Sonhar alto, planejar, querer, organizar e focar.

21 de maio de 2017 por Camila em Eu Recomendo

Em linha lacônica e expressa, o que eu recomendo é: comprar um ‘Planner’. Em mais prolixas, entretanto, a recomendação é a de se planejar e se organizar, no sentido de transformar sonhos abstratos em metas concretas (porque, se a gente imagina, diz a minha mente romântica, já é uma possibilidade bastante real!).

De alguma maneira que não consigo explicar o porquê preciso de isso acontecer, a minha vida foge menos ao meu controle se consigo materializar alguns planos, sonhos, tarefas do dia-a-dia, compromissos e desejos secretos (e quantos são, Meu Deus!) em palavras. Com canetas coloridas e rios de post-its e adesivos, porque o que custa embelezar o que fazemos para nós mesmos e que vamos ler todos os dias?

Ninguém vive só para o profissional, nem existe por aí flanando a bel-prazer: todos temos obrigações e lazer. Há em cada um o compromisso de agendar o médico e o dentista, estar na reunião da firma, não se atrasar para o trabalho/estudo, ser presente por inteiro aonde estiver, se dar aos outros mesmo a contragosto, se exercitar, fazer a feira, pagar as contas, focar na dieta, limpar a casa, enfrentar o trânsito, respeitar a rigidez da rotina, estar em dia com o mundo e toda aquela consumação de si mesmo a que já estamos (resignados?) acostumados. Mas há também em nós os momentos que são muito nossos, de natureza interior, em que nos permitimos desejar algo para além da necessidade prática, comprar flores, reparar na singeleza das coisas ao redor, pausar para um café no meio da tarde, ler um livro nada técnico, ir com quem amamos e gostamos de estar perto a um restaurante (ao cinema, ao bar, para dançar, viajar e etc.), encher a cara, escrever um blog, montar um projeto, beber chá na cama, andar com meia de dedinhos no chão do inverno, comprar uma casa, assistir a filmes antigos enquanto chove lá fora, esquecer da vida, ouvir uma música e resgatar uma lembrança.

Certo? Não passamos todos por todas essas dualidades? O desafio – pelo menos o meu! – é saber dosar a medida exata do tempo nessa balança de ouro, que poucas vezes se equilibra e constantemente pende para os lados opostos; ou vivemos em neurose aguda, ou relaxamos e perdemos o fio da meada de tudo que nos exige.

Pois bem, tanto preâmbulo apenas para concluir que a verdade é que ainda (ou já?!) estamos em Maio e eu me desviei do foco em alguns pontos cruciais da minha vida. Pra que não deixasse de enxergar com clareza tudo aquilo que eu queria conquistar e permitisse que se transformasse numa bagunça imensa, resolvi tomar uma atitude há algumas semanas e escrever – sim, de maneira arcaica e sílaba à sílaba, sem digitalizar coisa alguma – tudo aquilo que eu deveria e todo o resto que gostaria de fazer.

Para me ajudar nesse contrato vitalício comigo mesma, comprei um Planner. Eu não sei como se chama isso aqui no Brasil – talvez Organizador? -, mas há alguns anos é um instrumento de bastante utilidade mundo a fora. Uma espécie de agenda com espaços pautados para devaneios (até mesmo esteticamente combina paradoxos, o que me soa perfeito!). Acordei cedo em pleno sábado e fui bater perna nas papelarias da Liberdade para encontrar aquele que respondesse aos meus propósitos.

Separei todas as áreas da minha vida que hoje me gritam até roubar meu sono – trabalho, Mestrado, a dieta que furei, os exercícios físicos relegados ao ócio, a atividade da escrita que era sempre postergada, o calendário da leitura que atrasou, meus sonhos (ainda se pode sonhar aos 34 anos, viu? Nunca é tarde, como ecoa o clichê!) adormecidos, as pequenas tarefas cotidianas que nos desafiam a encontrar prazer, estar em dia com a minha saúde e todo o resto que é comum a todos! –  e anotei lá tudo que cabia a cada uma delas. Sim, em múltiplas canetas coloridas e códigos multi-cor.

Tenho me sentido melhor, mais consciente, mais no controle, mais feliz e mais satisfeita comigo mesma ao marcar um check na minha lista de coisas e afazeres. Sinto que não estou mais tão displicente ou distante assim, que todos esses segmentos são igualmente importantes e, por isso mesmo, precisam estar equilibrados.

Consigo visualizar melhor tudo o que preciso fazer e tudo o que eu posso fazer se souber me organizar. Ampliar a viabilidade e as perspectivas. Anotar as idéias preciosas que podem render frutos tão doces que aplaquem os meus anseios. O sabor de vitória ao ver que consegui cumprir com tudo aquilo que projetei para a semana é tênue, mas nem tão efêmero assim. É saboroso, de fato, estabelecer metas e ser responsável consigo mesmo o suficiente para cumpri-las. Respeitar prazos e gerenciar as horas não é fácil para quem se atropela em ansiedades como eu tenho por hábito fazer; reeducar-me tem sido um longo caminho, mas cheio de descobertas interessantes.

Entre os apontamentos burocráticos, não deixo de inserir mensagens positivas a mim mesma nas próximas divisórias do Planner. Gosto de saber que quando o cansaço e a preguiça baterem, eu posso (literalmente!) virar a página e encontrar uma margarida prensada ou uma passagem de fé; um sonhar alto com disposição e talento para a realidade ou uma recordação poética cheia de significado.

A vida é tão grande. É imensa em todas as suas dimensões, horizontes, espaços e possibilidades. Não podemos deixar que escape das nossas mãos ou das nossas almas. Quer dizer, só se a circunstância for no sentido de abarcar mais dessa matéria maravilhosa e milagrosa que nos é dada como um presente: o tempo, pleno como só ele pode ser.

Que sejamos sábios no uso que dele fazemos e justos com as nossas escolhas (somos feitos delas, não nos esqueçamos).

Planner: Porque sonhar é bom, mas se organizar para realizar é melhor. 💛✨
Planner: Porque sonhar é bom, mas se organizar para realizar é melhor. 💛✨

 

A cartela e o rolinho de Post-Its vieram no Planner; a cadernetinha e o marcador de páginas eu comprei a parte.  💛👯
A cartela e o rolinho de Post-Its vieram no Planner; a cadernetinha e o marcador de páginas eu comprei separadamente. 💛👯

 

As 12 divisórias vêm com alguma mensagem encorajadora ou positiva. 💛🌸
As 12 divisórias vêm com alguma mensagem encorajadora ou positiva. 💛🌸

 

Mais um exemplo das mensagens e dos tons suaves das divisórias. 💛🌼
Mais um exemplo das mensagens e dos tons suaves das divisórias. 💛🌼

 

Ame. Sorria. Viva: Muito pouco importa além disso. 💛🎩
Ame. Gargalhe. Viva: Muito pouco importa além disso. 💛🎩

 

Esse caderninho também veio junto com o Planner. É bom para rascunhar as idéias ou para anotações rápidas. 💛📚
Esse caderninho também veio junto com o Planner. É bom para rascunhar as idéias ou para anotações rápidas. 💛📚

 

Cartelinha de adesivos e Post-Its que vieram no Planner. 💛👯
Cartelinhas de adesivos e Post-Its que vieram no Planner. 💛👯

 

Um Domingo de muita chuva, café, cores, idéias e planejamentos semanais. 💛🐼
Um Domingo de muita chuva, café, cores, idéias e planejamentos semanais. 💛🐼


Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>